Água de Canela: do Brasil para Portugal

≈ Lembro-me quando os biquínis brasileiros eram o delírio e tínhamos de falar com uma amiga de uma amiga que fosse às terras de Vera Cruz para nos trazer os últimos modelitos de lá. Recebíamos ao fim de umas semanas, às vezes for de época. Mas felizmente hoje esse pesadelo já passou; descobrimos marcas como a Água de Canela, de essência portuguesa mas com toque de samba para nos salvar desta complexa missão de comprar biquíni. Apesar de já existir muita escolha no mercado, eu gosto dos modelos brasileiros, têm sempre um jeito mais ligado à praia, à pele bronzeada, aos mergulhos no mar.

Dei pela Água de Canela no Facebook (e estão no Instagram também). É fazer like e começar a pensar que cores combinam com o nosso tom de pele. Dizem as meninas da Água de Canela que os biquínis, triquínis e fatos de banho são para todas as meninas. Têm poucos números, ou seja, apenas um médio (34/36) e um grande (36/38) de cada peça, o que é bom: não corremos o risco de chegar à praia, estender a toalha e ter uma vizinha com o mesmo biquíni.

Para já encontramos a Água de Canela online. Respondem prontamente, e como sabem que não dispensamos o experimentar antes de comprar, têm showroom por Leiria e vão ter novidades para Lisboa em breve. São biquínis para quem gosta de se sentir confortável na praia, e com confiança. Já me convenceram. ≈